/ Cristianismo Rosacruz

Uma Vida de Sucesso- Parte II

No decorrer da história o conceito de matéria sofre substancial evolução.

Antigamente, quando um artesão empregava sua força criadora para transformar a matéria prima obtida diretamente da natureza, cada artefato produzido continha os detalhes íntimos tanto da Alma do artesão quanto da matéria prima utilizada. 

Houve uma Época em que todo objeto manufaturado era personalizado com o propósito de atender às necessidades daquele para quem foi produzido.

Naquele tempo, os trabalhos de qualquer mestre eram sempre admirados pelos contemporâneos e também impelia outras pessoas a aprenderem e imitarem o ofício e, inclusive, as famílias competiam pelo sucesso do trabalho que se perpetuava por gerações. Um grande exemplo disso ocorreu na Itália, onde famílias conquistaram fama e reconhecimento pela produção artesanal de violinos. O sucesso acompanhava a busca por um padrão de excelência inigualável, que muitos admiram até hoje.

 Portanto, um rápido olhar pela história demonstra que os padrões de sucesso eram motivados por razões diferentes e futuramente terão outros propósitos.

Hoje estamos bem distantes dos antigos critérios de sucesso. Houve um tempo em que a eficiência criativa e a habilidade manual garantiam o êxito e a fama. A eficiência acumulativa passada de geração em geração era o segredo do êxito. 

No momento, tendemos a desprezar o operário e enaltecemos aquele que pode fazer milhões em um dia com poucos esforços. O trabalho manual e a mão de obra perdem valor de mercado e muitas profissões rapidamente tornaram-se obsoletas. O desemprego é uma pandemia que enlouquece chefes de família. 

Agora tempo é dinheiro. Sucesso e poder tornaram-se indissociáveis. Muitos orquestram sucesso especulando na Bolsa de Valores. Não há mais limite para o desejo de acumular riquezas. Com dinheiro, e lutando contra a esmagadora pressão do tempo, as misérias material e afetiva atingem  bilhões de seres humanos. O próprio conceito de poder monetário relativiza-se e virtualiza-se. O papel-moeda está condenado a desaparecer. 

O homem moderno tende a olhar com pena e desprezo artistas e  idealistas que ainda trabalham por amor,

 livres de recompensas financeiras.

É notório que os padrões atuais de sucesso carregam muitas contradições. A eterna busca da felicidade segue trazendo mazelas, infortúnios e sérios distúrbios psicológicos, como a depressão, a melancolia, a solidão e o abandono. Mas é claro que não podemos retornar ao passado. 

Existe um caminho para conquistar o sucesso permanente? 

Parece lógico afirmar que há necessidade de elaborarmos critérios mais éticos que envolvem o sucesso. Da perspectiva egoísta e individualista, e portanto competitiva, é difícil imaginar a possibilidade do sucesso permanente. Já está mais do que demonstrado pela história que a minha felicidade depende do bem estar coletivo. Então o sucesso a qualquer custo perde força quando levamos o próximo em consideração e o ideal da fraternidade humana. 

A ideia de sucesso para todos e a harmonia coletiva constituem o verdadeiro sentido de mudança em direção à nova Era: a tão esperada Era de Aquário.

Posts recentes

Categorias

Arquivos

Design por: Maurilio Souza | Programado por: Loooping

X