/ Cristianismo Rosacruz

Ser ou Não Ser Livre- Parte IV- CRISTIFICAR A CONSCIÊNCIA : EIS A TAREFA

Paulo, apóstolo de Cristo, nos diz que ter a Mente materialista ou carnal é a morte, mas quando espiritualizada é Vida e Paz. Tal como garimpeiros, cabe-nos coletar o Ouro Verdadeiro, o precioso metal dos alquimistas, a Brilhante e Dourada Verdade, que nada mais é do que a Consciência Cristificada (Solarizada).

 O Espírito é naturalmente Livre. 

O Espírito anseia por Sua Libertação. Porém, encontra-se de forma temporária e compulsória encarcerado na matéria. O Espírito necessita viver as experiências terrenas na Escola da Vida e assim prosseguir sua evolução. Nesse percurso é submetido aos ditames e condicionamentos da personalidade. Assim sendo, permanece aprisionado pelas cristalizações geradas por modos de vida insalubres.

No dia a dia desviamo-nos do que realmente importa para o progresso do Espírito. Somos desatentos e permissivos. Com as inúmeras formas de distrações e de entorpecimento disponíveis, também abordadas anteriormente, os Olhos da Consciência , que poderiam nos libertar, estão encobertos pelos véus das ilusões e não encontram meios de ver com clareza os desafios da realidade, salvo raríssimas exceções. 

A permissividade resulta na perda de Sintonia com o Sagrado.

O advento da Pandemia desvendou nossa forma equivocada de viver que, pautada na cobiça e na inveja, nos desviou do Sagrado. Encontramo-nos desorientados perante as urgências da nova configuração existencial. Nesse contexto faz-se necessário assumir novas condutas: 

Proclamar um Não Categórico e Radical aos ruídos profanos do mundo. 

Treinar a audição para ouvir os sons e as mensagens internas. 

Aprender a habitar e a contemplar os espaços do vazio, do silêncio e da solidão.

O Esquecimento de nossa Natureza Espiritual é acompanhado do sentimento de escassez, eminentemente saturnino.

O caminho ascensional rumo à Consciência Crística descrucifica o Espírito da matéria. Nesse caminho, é imprescindível o Empenho Decisivo para erradicar as formas autodestrutivas e imaturas de viver. Esse empenho requer Vontade, um atributo do Espírito (Ser ou não ser livre Parte III).

A Consciência Crística é livre de todos os condicionamentos,

 Ama o incessante fluxo da Vida e

tempera o Destino com os ricos sabores de gratidão, beleza e bondade.

Quando passamos a viver com uma Mente pura, povoada com pensamentos altruístas e inspirados pelos princípios do coração (voltados para o Bem do Todo), mudamos tanto a anatomia da Alma como também a anatomia biogenética. A essa transfiguração do universo mental denominamos Metanóia. Nesse processo faz-se necessário evitar quaisquer tipos de automatismo, além do desapego dos conteúdos meramente psíquicos, buscando compreender a Vontade Divina, presente em todos os acontecimentos e situada no núcleo da Consciência Cristificada.

A Consciência torna-se plenamente Lúcida e migra do âmbito lunar (demandas meramente emocionais e materiais) em direção à Solarização. A Consciência Solar é Dadivosa, irradia Amor, Beleza e Harmonia. É a Consciência que Ama a Verdade, que  retira o véu das ilusões e os obstáculos para que a Vontade do Pai se manifeste. Cura e Cria a cada instante. 

“Eis que faço novas todas as coisas”.

Somos Cristos em formação. É nosso dever, enquanto seres encarnados na Escola da Vida, concentrar nossos esforços na busca da Verdade para alcançar a Luz da Consciência Crística, cuja sede é o coração.

“Conhecerás a Verdade e a Verdade vos libertará”.

A Vontade e o Esforço  tornam o ser humano digno de 

receber as Dádivas da Criação.

Tendo Cristo como guia, o destino transforma-se em Bem-aventuranças.

QUE AS ROSAS FLORESÇAM EM VOSSA CRUZ!

Posts recentes

Categorias

Arquivos

Design por: Maurilio Souza | Programado por: Loooping

X