/ Cristianismo Rosacruz

Os Ciclos Astrológicos e a Evolução Humana- A Era de Aquário

Esta explanação sobre a Era de Aquário, aborda projeções e  tendências, fundamentadas nos atributos da Hierarquia de Aquário, a hierarquia dos anjos, assim como do planeta Urano, seu regente. Suas influências já são sentidas nesse final da Era de Peixes.

A partir do movimento de contracultura desencadeado nos anos 60, tal como os hippies e os sonhos utópicos de “amor livre”, muita gente passou a romantizar a Era de Aquário, como se ela representasse uma radical e irrefreável transformação do mundo. Ou a perspectiva de uma humanidade renovada e livre, em condições de reencontrar o paraíso na Terra. 

Observando o atual estado de consciência da maioria dos seres humanos, ainda fortemente sujeitos às vibrações de Peixes,  percebemos como estamos distantes da realização dessa utopia. Enquanto o Sol, por precessão, ainda permanecer na Constelação de Peixes, até alcançar a Constelação de Aquário, teremos cerca de 500 anos pela frente. Parece-nos ser um tempo insuficiente para um salto evolutivo tão grande, como muitos inadvertidamente imaginam. A tão sonhada Fraternidade Universal ainda é um ideal quimérico.

Podemos esperar, entretanto, uma Era de grande avanço científico e progresso espiritual. Urano é transgressor e anárquico. É intolerante e reage de forma violenta contra a inércia e o conservadorismo. Suas vibrações provocarão revoluções e rupturas com as estruturas remanescentes da  Era de Peixes. Urano rege as grandes descobertas, as viagens espaciais, comunicações via satélite, informações em tempo real, a aldeia global, aceleração do tempo, a comunicação telepática e tudo aquilo de surpreendente que já estamos vivenciando nesta fase de transição. E para os mais avançados espiritualmente, a clarividência. 

Os paradigmas de tempo e espaço serão 

radicalmente reformulados.

Leão, regido pelo Sol, signo oposto a Aquário, também fará valer sua influência. Podemos prever o uso intensivo da energia solar substituindo os poluentes combustíveis fósseis. Da mesma forma, os futuros sistemas de transportes serão mais limpos, eficientes e sustentáveis. A perspectiva é de descobertas, hoje inimagináveis, em todos os campos da ciência.

A consciência do ser humano também será solarizada,

lançando Luz onde hoje há Trevas.

Podemos pensar na rebeldia criativa de Aquário forjando uma época de vanguarda, inovações, além de rupturas de pensamentos e de padrões de comportamentos.       

 Em meio a tantos avanços, sobrevirá o risco do predomínio de um frio racionalismo. Essa tendência terá de ser equilibrada pela influência de Leão, com a valorização do calor humano, da generosidade e dos valores fraternos. Isso vai demandar um equilíbrio entre as necessidades do indivíduo, incluindo sua liberdade e sua inserção nas Leis que governam a coletividade.

É de se esperar que a humanidade repense suas estruturas. O pensamento altruísta ensejará novas formas de organização, com base nas necessidades do indivíduo, na solidariedade e nos movimentos sociais.  Urano inspira qualquer tendência coletiva progressista que desafie o “status quo” vigente.

O avanço científico tanto poderá conduzir a um pragmatismo e logismo frios, como a um aperfeiçoamento capaz de levar à superação dos problemas criados pelo emprego egoísta e utilitário da tecnologia. Muitos filmes de ficção científica já há muito denunciam as tendências sombrias do mal uso da tecnologia.

Uma das esperanças em relação à nova Era é de que as guerras, tais como as conhecemos, se tornem apenas uma triste lembrança do passado. O uso moralmente distorcido das novas conquistas tecno-científicas poderia ser uma ameaça séria ao planeta e a seus habitantes. Esperemos que um novo estado de consciência gere um período de paz duradoura. Porém, os conflitos no campo das ideias existirão inevitavelmente, como expressão do pensamento individual, e da independência uraniana.

Encontramo-nos numa fase de transição. As velhas estruturas começam a ruir, mas as novas ainda não se definiram. Isso tende a gerar crises e turbulências. Os aspectos negativos da Era de Peixes conservam sua força. A humanidade ainda se prende ao dogmatismo das religiões e à sujeição aos líderes políticos e religiosos. Contrasta com nossas expectativas em relação à Era de Aquário, quando uma religião mais racional e científica respeitará a liberdade de pensamento das pessoas.

Agora, os estudantes da filosofia esotérica se encontram diante de um desafio: exercitar a intuição futurista e a genialidade de Urano, que já está se manifestando.  A decisão é individual e interna.

Oremos para que as ideias avançadas de Amor ensinadas por Cristo-Jesus 

se tornem uma realidade na Era de Aquário.

Por Gilberto Silos

Posts recentes

Categorias

Arquivos

Design por: Maurilio Souza | Programado por: Loooping

X