O Solstício de Junho- Preparação

A presença do Cristo acelera as vibrações e dinamiza a vida no planeta. Assim, podemos prosseguir nossa trajetória evolutiva.

Nunca será demais enfatizar a importância da celebração dos Solstícios e Equinócios por meio dos rituais da Fraternidade Rosacruz. São momentos cósmicos especiais, assinalando ciclos na vida do Cristo, o Espírito planetário regente da Terra. Assim como é no macrocosmo é no microcosmo. Nós, também, como microcosmos, vivenciamos essas espirais cíclicas em nossa caminhada evolutiva. Porém, quase toda a humanidade permanece inconsciente desse periódico acontecimento cósmico.
Tornar-se consciente desse Drama da Vida Solar consiste não somente em ler ou ouvir o ofício desses Rituais. É sobretudo, entrar em sintonia com as vibrações que eles emanam. Tudo o que existe no Universo reverbera no homem através de vibrações em infinitos níveis. Somos limitados aos níveis de vibrações que sintonizamos.
Só podemos entender do mundo, aquilo que desenvolvemos e percebemos dentro de nós mesmos. Eis porque a sintonização é fundamental para nos alinharmos com essas vibrações.
No Solstício de Junho o Raio do Cristo Cósmico deixa nosso limitado globo e retorna a sua verdadeira dimensão, o Mundo do Espírito de Vida, onde predomina a consciência da unidade entre todas as coisas. Em seguida, ascende ao Trono do Pai, no Mundo do Espírito Divino. O Cristo completa, então, mais um ciclo. Seu sacrifício é consumado para que o planeta Terra e os seus habitantes “tenham vida em abundância”.

A presença do Cristo acelera as vibrações e dinamiza a vida no planeta. Assim, podemos prosseguir nossa trajetória evolutiva.

Max Heindel ao descrever o movimento cíclico do Solstício de Junho, refere-se ao Hemisfério Norte, época em que os raios solares incidem perpendicularmente sobre a superfície da Terra. É o início do verão, com predominância das atividades físicas. Para nós, habitantes do Hemisfério Sul, é o começo do inverno, pois os raios solares incidem obliquamente.
Agora nos encontramos no momento que pede recolhimento e, portanto, mais favorável para alcançar maior aprofundamento nas questões de natureza espiritual. Assim, é recomendável que no dia e hora indicados ( este ano 19/Junho), celebremos o Ritual de Solstício movidos por um sentimento de profunda gratidão ao Cristo e com Ele sejamos UM, numa Santa Comunhão.

O Ritual está no site

Que As Rosas Floresçam em Vossa Cruz!

Por Gilberto Silos

Posts recentes

Categorias

Arquivos

Design por: Maurilio Souza | Programado por: Loooping

X