NUTRINDO A ALMA COM O PÃO DA VIDA

Alimentação e assimilação são as palavras essenciais quando falamos do signo de Câncer. Este signo é materno, fértil, alquímico, transformador, nutricional.

Toda qualificação que remeta ao crescimento anímico do nosso Ser pode ser associada ao signo de Câncer.   Correlacioná-lo somente aos alimentos físicos seria limitar suas potencialidades. Então, a pergunta que cabe aqui é:

O que nos alimenta verdadeiramente? 

Por onde assimilamos os nutrientes?

Fisicamente conhecemos o Aparelho Digestório e seu eficiente sistema, sempre associado à Hierarquia de Câncer. Ele nos dá notícias da maneira de alimentar-nos, MAS, ah, e este, MAS é com maiúscula, porque a assimilação daquilo que nos alimenta é bem mais do que isso. O aroma que emana do alimento nos atrai ou repele, o sabor nos presenteia ora com prazeres, ora com insipidez. A crocância dos alimentos, a sensação de macies deslizando na direção do espaço interno do corpo e principalmente a ação invisível dos nutrientes que proporciona o vigor e a saciedade que anima, que alimenta não apenas o corpo, mas também a Alma!

Lembremos da Santa Ceia.

O último encontro de Cristo com seus amados discípulos foi celebrado com o Pão da Vida e o Sangue, símbolo do Amor.

Vivemos rodeados de alimentos! Uma boa música, uma bela paisagem, os trinos dos pássaros na madrugada anunciando o dia, água fresca quando sedentos, o toque macio do lençol sobre a pele, a textura das roupas, a caricia do vento, as gotas da chuva deslizando sobre o rosto, o tíbio calor do sol da manhã nas costas num dia de inverno… tudo nos alimenta silenciosamente.

O ambiente que nos rodeia constitui um verdadeiro alimento. Presenteia-nos com o Presente que nos plenifica.

Tudo o que nos rodeia devolve a lembrança daquilo que somos, sem julgamento, sem preconceito, sem antecipação e sem descanso, amorosamente aceitando, agradecendo, metabolizando, assimilando e deixando que o alimento nutra cada célula vivente. 

Que cada sentimento recomponha o corpo e Alma, reinventando a cada instante nova vida em Nova Vida. Mais nutridos e fortes, estaremos mais qualificados para ofertar esperanças a cada irmão e amigo, conhecidos e desconhecidos. Mais capacitados estaremos para estimular a criatividade e o livre pensamento, resultando em atos que enobreçam e dignifiquem a humanidade.

Aprendamos, dia após dia, a nutrir a Vida com Amor, tal como Cristo transubstanciou-se no Pão da Vida.

QUE AS ROSAS FLORESÇAM EM VOSSA CRUZ!

Posts recentes

Categorias

Arquivos

Design por: Maurilio Souza | Programado por: Loooping

X