/ Saúde

Mês Mundial da Saúde 2020

O mês de abril, marcado pelo Dia Mundial da Saúde (7), foi criado pela OMS em 7 de abril de 1950 e teve origem com as conferências sanitárias realizadas na segunda metade do século XIX. Assuntos como quarentena marítima e cólera foram tratados nesses encontros, que buscavam a uniformização de procedimentos sanitários.  “um estado de … Continuar

O mês de abril, marcado pelo Dia Mundial da Saúde (7), foi criado pela OMS em 7 de abril de 1950 e teve origem com as conferências sanitárias realizadas na segunda metade do século XIX. Assuntos como quarentena marítima e cólera foram tratados nesses encontros, que buscavam a uniformização de procedimentos sanitários.

 “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de afecções e enfermidades”.  Organização Mundial de Saúde (OMS)

Sob o ponto de vista espiritual, podemos considerar o conceito acima incompleto pois não considera o principal fator determinante de uma saúde integral: a alma. O modo de vida contemporâneo e os valores que o sustentam praticamente nos afasta a todos da possibilidade da sanidade, no filme Matrix encontramos os personagens Neo e Morfeus contemplando o deserto da vida real que nada mais é que o reflexo de almas desérticas que “animam” homens autômatos parasitando-se mutuamente e não mais seres humanos fecundando-se uns aos outros e isto é dito por Morfeus:

“os homens já não nascem, são cultivados para alimentar as máquinas”

 

É urgente voltarmos nossa atenção para a Alma que é a verdadeira fonte da Saúde, aproveitemos o isolamento social que nos é imposto atualmente, para o engajamento neste trabalho que fundamentalmente é desenvolver poder anímico vivendo a vida, ao invés de apenas sobreviver.

Segundo a filosofia Rosacruz a Alma se desenvolver a partir da síntese das experiências da Vida, a qual se converte em alimento para o espírito e resulta em gradativa lapidação do caráter, o qual encontra-se bastante enfraquecido dominado pelo egoísmo e pelo materialismo, estes os verdadeiros causadores de todos os males.

O Ritutal do  Serviço de Cura da Fraternidade Rosacruz, destaca:

“Num vaso sujo não pode haver água pura e saudável. Nem pode uma mente manchada dar uma imagem nítida”.

Devemos manter limpos e puros nossos corpos e mentes se quisermos conquistar uma saúde plena. A pureza do nosso corpo está diretamente relacionada a nossa alimentação, com o que nutrimos nosso corpo, alma e mente? Nos deixamos contaminar pelo sensacionalismo midiático via internet – as FAKE NEWS? Sejamos seletivos privilegiemos a leitura edificante, a apreciação da arte, os exercícios espirituais enfim a qualidade ao invés da quantidade.

Aproxima-se o domingo de Páscoa, temos nesta ocasião a oportunidade de lembrar de viver uma vida saudável em todos os sentidos já abordados, para que o Cristo Interno possa desenvolver-se em todos os aspectos do nosso Ser – Corpo, Alma e Espírito.

Evidentemente existem desafios a esta empreitada, quando estudamos o livro Conceito Rosacruz do Cosmos e observamos a evolução do Homem, podemos verificar o maior deles: o Corpo de Desejos, que usurpou o governo das ações humanas legitimamente conferido à Mente, assim nos tornamos astutos ao invés de sábios e encontramos o sofrimento e a morte. Nosso mestre, Cristo Jesus, trouxe-nos os ensinamentos que tornam possível vencer o desafio de gerar uma alquimia espiritual capaz de unir Mente e Coração e nos libertar do jugo das regiões inferiores do mundo do desejo.

Superados estes desafios haverá finalmente boa vontade entre os homens e a saúde não será a exceção mas a regra pois o egoísmo cederá ao altruísmo pautado no amor fraternal, sem barreiras de qualquer natureza.

Diante desse panorama que se apresenta mundialmente faz-se necessária uma nova consciência. O novo recomeço, simbolizado pela – Páscoa – Passagem e Libertação coincide com a mudança de paradigmas para 2020.

Aproveitemos esse advento da pandemia COVID-19 e do isolamento social compulsório, para meditarmos sobre o nosso desenvolvimento anímico e sobre o Amor. Lembrando que Cristo nos trouxe a Lei do Amor e se entregou em sacrifício para que pudéssemos aprender com Ele, evidenciando que o Amor requer a obediência a Deus e o sacrifício da carne em favor do Espírito.

 

Que as rosas floresçam em vossa cruz!

Por uma Estudante

 

Curso Recomendado:

Curso Preliminar de Filosofia Rosacruz por e-mail

Vídeo Recomendado:

 

 

Filme Recomendado:

O Evangelho Segundo São Mateus – Completo e Legendado no YouTube

 

Posts recentes

Categorias

Arquivos

Design por: Maurilio Souza | Programado por: Loooping

X