/ Astrologia

Capricórnio 2021: Dever com Leveza

Décimo signo do Zodíaco, Capricórnio correlaciona-se com a Casa 10, a mais importante, o ápice do Tema Natal. Casa que corresponde à realização da nossa Missão aqui na Terra. A firmeza de propósitos e a perseverança, típicas de Capricórnio, junto com a capacidade de ver acima da visão comum e de encarar os desafios sozinho, fazem desse signo uma grande potência para a realização do processo de transcendência

A ambição capricorniana de chegar ao topo da montanha guarda em si, entretanto,  a astúcia, por ele utilizada para a conquista do poder mundano. O peso da gravitação terrestre, pelo excesso de preocupações e demandas, e principalmente a falta de reverência ao verdadeiro poder, ao Poder Sagrado de Deus, acentuam o perigo dos caminhos da perdição.

Pressionado pelo enorme senso de dever, por metas auto-impostas, pela busca da perfeição e pelo medo do fracasso, acaba faltando ao capricorniano leveza, fluidez e jovialidade na condução de sua Elevada Missão. Caso haja bons aspectos entre Júpiter e Mercúrio no Tema Natal, essas características podem se fazer presentes. 

A tarefa existencial de Capricórnio consiste em concentrar-se no Dever e também  

em desfrutar das Dádivas da Vida.

Com a auto-incumbência de realizar o que deve ser feito no meio em que vive e de responsabilizar-se pelo destino alheio, com enorme senso de urgência, o capricorniano costuma estar sempre sobrecarregado, no limite do stress, o que pode levá-lo a um estado de rigidez defensiva até o ponto do medo e do desgosto de existir.

 A excessiva preocupação capricorniana, em conjunto com a dúvida, corroem o Espírito da Fé. O signo de Câncer, seu oposto, é de grande auxílio para evitar esse desastre. Dotado da capacidade de ver a realidade cósmica, Câncer tem a mística faculdade de enxergar a face oculta da existência, o que facilita sua conexão com o Pai Celeste, bem como a  realização de Sua Vontade. Câncer costuma ter a esperança e a Fé típicas da Pureza de uma criança.

O ponto de virada para a expansão da Consciência, onde se pode aprender a gostar do que se faz, transformando a existência em glorificação da Vida, encontra-se na linha divisória entre Leão e Virgem. O ponto de encontro do Amor e do Serviço.

Transformemos o trabalho em jogo amoroso, 

fazendo com que o fardo que aceitamos seja leve e que nosso jugo seja suave.

Essa é a essência da carta O Mago, o primeiro dos 22 Arcanos Maiores do Tarô. Esse Arcano é o mais importante para nos livrar das capturas do tempo cronológico e da vida estressante, pois contém exatamente as lições que todos nós devemos aprender, especialmente para quem tem Capricórnio ou Saturno fortes no Mapa Natal.

Com o Mago, o dever ganha leveza:

 é o Esforço sem esforço.

Uma das formas do Mago se manifestar é através do signo de Virgem e do planeta Mercúrio, quando o potencial criador (Leão) se manifesta através das coisas simples e singelas do cotidiano (Virgem). Aproveitemos a oportunidade de transformar cada dia vivido em uma Obra de Arte. 

Aspectos positivos entre planetas pessoais, ou o planeta regente do ascendente, associando-se a Virgem e Capricórnio, abrem grandes avenidas que favorecem o construtivo fluxo da Vida. O tempo deixa de ser um entrave e passa a ser um companheiro de viagem.

Se não nos transformarmos em artistas do nosso existir, 

o infinito (eterno retorno) será um inferno.

O peso da existência deixa de agir sobre nós quando realizamos o processo de transcendência da vida, ou seja, passamos a vivê-la além do plano material. Quando nutrimos os movimentos interiores da Alma (Câncer) e desenvolvemos a habilidade de pensar (Mercúrio), expandimos o gosto pela Vida. Há uma etapa indispensável para atingir essa habilidade: a ultrapassagem das conservadoras forças lunares, acompanhada do desenvolvimento das forças pró-ativas e criativas (Vide texto: Metanóia, transcendendo o estado lunar).

Para realizarmos essa subida rumo à transcendência o Mestre Cristo-Jesus nos orientou a libertar-nos dos laços consanguíneos.

A transcendência na imanência, viver na horizontal levando-se em conta os mistérios da vertical, é algo que não está dado, deve ser conquistado. A prática individual de abrir mão dos “3 ps” (poder, posse e prazer) é de primordial importância. Eles constituem âncoras que impedem a nossa subida em direção ao hemisfério superior do Zodíaco, o campo destinado para a conquista da semelhança com Deus.

Somos Cristos em formação. 

Da nossa missão de Vida faz parte o desenvolvimento da Consciência Solar, 

a Consciência Crística, que irradia Amor e Cura a tudo e a todos. 

Capricórnio precisa despertar para a Grande Obra no mundo, o objetivo primordial de sua existência terrena. Assim, a Consciência concentra-se com prioridade na realização da Grande Obra. É o signo mais apto a consumá-la, dada a sua enorme capacidade de perseverar. 

Aproveitemos o trânsito do Sol pelo signo de Capricórnio e a aproximação do Natal, que representa o Nascimento Cósmico de Cristo, para meditarmos sobre o Pensamento-semente bíblico que Corinne Heline dedicou para para esse mês:

Até que o Cristo se manifeste em nós.

Posts recentes

Categorias

Arquivos

Design por: Maurilio Souza | Programado por: Loooping

X